Serviços e Clientes

Nonô, o rei do caldo de mocotó

foto_site_2__ricardo_avelar

Foi lançado no dia 13 de março de 2014 na Academia Mineira de Letras o livro “Nonô – O rei do caldo de mocotó”, publicado pelo Escritório de Histórias e escrito por Osias Ribeiro Neves e Marina Camisasca. O evento, organizado pela empresa Pessoa Comunicação, contou com a presença de cerca de 500 pessoas que puderam apreciar um delicioso caldo de mocotó.

Foto Ricardo Avelar

 

foto_site_3__raquel_esteves

Foto Raquel Esteves Corrêa

A obra é uma homenagem ao cinquentenário do caldo de mocotó criado por Raimundo de Assis Corrêa, o Nonô, que em 1964 começou a vender a iguaria em uma pequena barraquinha na região do Barreiro. Anos depois, devido ao sucesso do caldo, Nonô abriu no centro da capital mineira o bar “Nonô – O rei do caldo de mocotó”, localizado na Rua dos Tupis. Mesmo após o seu falecimento em 1973, o bar se manteve em funcionamento sendo administrado por seus filhos, que ao verem se aproximar o cinquentenário do caldo resolveram homenagear o pai e o seu grande legado.

 

foto_site_1__raquel_esteves

“A vida começou em Raposos” é o título do capítulo inicial do livro que narra o namoro de Nonô com Alaydes no início dos anos 1940 na cidade de Raposos onde nasceu a namorada e onde Nonô residia para ficar perto do trabalho na Mina de Morro Velho. Alaydes e Nonô eram amigos inseparáveis e foi dessa amizade que nasceu o amor que uniu os dois. O livro prossegue narrando a trajetória de Nonô e seus negócios em Belo Horizonte, permeado por “causos” pitorescos de clientes que participaram enviando depoimentos e contanto histórias e da própria família. Tudo tratado com o humor e a gentileza que marcaram a vida desse pequeno empresário brasileiro. É interessante conhecer a trajetória desse homem que passou por dificuldades até se firmar como o “Rei do Caldo de Mocotó”, sempre com o apoio incondicional de seus filhos e de sua esposa.

O livro de acabamento brochura foi impresso em papel AP 120 gramas e contou com o patrocínio da cerveja Caracu e da Supremo Alimentos. O resultado são 164 páginas que contam, por meio de textos e fotos, a história de trabalho e dedicação de toda a família Corrêa para criar e manter um dos bares mais tradicionais da cidade.

O livro está à venda nesse site.

Copyright © 2021 - Escritório de Histórias Eireli - Desenvolvido por Construsite Brasil - Criação de SitesAssinatura da Construsite Brasil
Entre em contato conosco